Skip to content

Misericórdia e Graça.

4 de Fevereiro de 2011

Das várias coisas que a minha mente limitada consegue pensar diariamente, destaco as viagens que faço quando começo a pensar a respeito da misericórdia e da graça. Cara, isso me faz ficar de queixo caído. Desde os relatos bíblicos, quando vemos o Senhor agindo em favor do seu povo, até os dias de hoje, quando vejo a atuação de Deus na minha vida.

Creio que já escrevi a respeito desse assunto, mas sempre consigo extrair algo de novo, algo que me faz ficar cada vez mais impressionado. Mas vamos lá,  Alguns textos da palavra que nos mostram e testificam a misericórdia de Deus:

“Porém ele disse: Eu farei passar toda a minha bondade por diante de ti, e proclamarei o nome do SENHOR diante de ti; e terei misericórdia de quem eu tiver misericórdia, e me compadecerei de quem eu me compadecer” (Êx. 33.19)

“Porque o SENHOR se compadecerá de Jacó, e ainda escolherá a Israel e os porá na sua própria terra; e ajuntar-se-ão com eles os estrangeiros, e se achegarão à casa de Jacó.”(Is.14.1)

“As benignidades do SENHOR mencionarei, e os muitos louvores do SENHOR, conforme tudo quanto o SENHOR nos concedeu; e grande bondade para com a casa de Israel, que usou com eles segundo as suas misericórdias, e segundo a multidão das suas benignidades.” (Is.63.7)

Nas três passagens acima podemos perceber que as misericórdias do Senhor agindo de forma poderosa. No primeiro verso, extraído do livro de êxodo, verificamos a bondade do Senhor, mas também a sua severidade e majestade.Independência de escolha.Ele é misericordioso e bom, em todo o tempo, mas escolhe de quem terá ou não misericórdia.Ele é Deus!

Depois podemos perceber o profeta Isaías fazendo menção as misericórdias do Senhor em relação a Israel, um povo que, mesmo sendo ingrato e infiel, gozou da bondade e do cuidado do Senhor. Ele permanece fiel, ainda que nós não sejamos!

“E a sua misericórdia é de geração em geração Sobre os que o temem”. (Lc 1.50)

“Mas Deus, que é riquíssimo em misericórdia, pelo seu muito amor com que nos amou,

Estando nós ainda mortos em nossas ofensas, nos vivificou juntamente com Cristo (pela graça sois salvos)” (Ef. 2.4-5)

Podemos também perceber afirmações a respeito da misericórdia e da graça do Senhor no novo testamento. Deus é cheio de bondade para com aqueles que o temem e o obedecem, andar nos caminhos de Deus gera uma “proteção extra” pois a graça dele é por nós, a misericórdia é renovada, nos dando uma nova chance de servi-lo.

Não sei você, mas quando penso nisso chego a conclusão de que o mínimo que posso fazer é viver para Ele.Não é tão fácil rejeitar nossas vontades, muito menos morrer para si mesmo, mas estando de frente ao amor de Deus, provados pela sua graça e misericórdia, não há como pensar de outro jeito. Somos imperfeitos e errados, mas o Deus santo, dono do universo nos dá uma nova chance de estar junto Dele, vivendo uma vida nova e distante daquilo que nos afasta da glória Dele.

Falando um pouco mais sobre a graça, o tal favor imerecido de que tanto ouvimos falar. Tenho uma pequena observação. Poucos são os que de fato entendem e vivem a graça. Graças ao Senhor, eu tenho começado a entender, e desejo prosseguir entendendo. Mas muitos vivem de um desses dois jeitos: Se lamentam e passam a vida se culpando por decisões erradas que tomaram, o que gera uma vida de aprisionamento que por sua vez gera uma pausa no crescimento espiritual. A culpa nos deixa paralisados. Por outro lado, alguns acham que a graça é um “passe livre de culpa” e abusam dessa dádiva divina, fazendo o que vier a mente, pois Deus é misericordioso e cheio de graça, Ele sempre vai me perdoar.

Muitas experiências, boas e ruins, me ensinaram o seguinte: Não se culpe eternamente por nada.Fez algo de errado? Sabia que estava indo contra o Senhor? Primeiro passo, reconheça que você pecou. Arrependa-se! Arrependimento não é remorso, pois esse gera um mal-estar que logo passa, mas o verdadeiro arrependimento leva a uma mudança de atitude.Caminhe no caminho do arrependimento genuíno, lutando contra aquilo que fere o coração de Deus, lembre sempre que você é Dele, e não de si mesmo. Afaste a culpa e toda acusação da sua vida. Se Deus te perdoa, quem é você para não se perdoar.Não se perdoando você anula o sacrifício de Cristo na cruz.

Por outro lado, você, que leva uma vida “boa”, onde nada é errado. CUIDADO! Pois o pecado produz morte. Morte de sonhos, morte de planos, morte da presença de Deus em sua vida. Esteja sempre vigilante, não vacile. Deus é santo, e quer um povo santo. Não pense que a graça é um passe livre para você fazer o que quer, pois como Paulo afirma em 1 Coríntios 6.12: “Tudo me é lícito, mas nem tudo me convém…”. Cuidado, muita liberdade é prejudicial. A palavra de Deus deve ser nossa regra, nossa prática.

A graça é algo fenomenal.Nos salva, nos liberta para a liberdade EM CRISTO, nos faz merecedores de algo que não merecemos.Deus é sério.Não devemos brincar, nem tratar de qualquer modo os seus preceitos.

Por fim, Esse verso nos mostra o motivo pelo qual existimos, e o que foi feito para nós estarmos aqui, respirando.Levemos uma vida que agrade a Deus.Viva para Ele.Isso é o que importa!

“E o Verbo se fez carne, e habitou entre nós, e vimos a sua glória, como a glória do unigênito do Pai, cheio de graça e de verdade.” ( João 1.14)

Pedro Vasconcelos.

Anúncios

From → Sem categoria

One Comment
  1. Paulo permalink

    sem comentários…a graça de Deus transcende o conhecimento que temos sobre o que é o amor.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: